Námafjall, uma paisagem intrigante e surrealista

por Nuno Madeira
Islândia: Námafjall, uma paisagem intrigante e surrealista | Diário do Viajante

O campo geotérmico Námafjall, também conhecido como Hveraröndor Hverir, está situado no nordeste da Islândia, muito perto do lago Mývatn e chegam lá facilmente através da Ring Road.

Este foi um dos lugares mais intrigantes que visitei na Islândia. O terreno e a paisagem são surrealistas.

O chão preenchido de fendas tem tons de vermelho, verde, azul, amarelo e branco. Não é Marte, mas Námafjall parece uma paisagem de um outro planeta que não o nosso. A uma profundidade de 1000 metros, a temperatura é superior a 200 graus Celsius.

Tanto o terreno irregular pintado de cores sinistras, como os fumos saídos das fumarolas e potes de lama a altas temperaturas, são visíveis da estrada assim que nos aproximamos do campo geotérmico.

Islândia: Námafjall, uma paisagem intrigante e surrealista | Diário do Viajante

O vapor corta a visibilidade do ambiente estéril e ácido, impróprio para sustentar floras e faunas, e espalha pelo ar um cheiro de enxofre que pode ser incomodo aos mais sensíveis, mas mesmo assim ainda existem várias razões para que valha a pena visitar a área geotérmica de Námafjall.

Neste local, ao contrário de muitos outros locais espalhados por toda a Islândia, não é possível encontrar nenhuma fonte de água potável, mas neste caso aquilo que te vai deixar curioso são as suas fontes de lama sulfurosas, chamadas sulfataras, e as fontes de vapor chamadas fumarolas.

Islândia: Námafjall, uma paisagem intrigante e surrealista | Diário do Viajante

O tamanho de algumas crateras de lama é incrível e borbulham deixando uma pasta branca e azulada em seu redor. É algo que não se consegue imaginar. É como voltar atrás no tempo e tentar ter uma ideia do que foi a criação da Terra.

ESTE ARTIGO TAMBÉM PODE INTERESSAR  Ásbyrgi, o abrigo dos deuses

Historicamente, o enxofre era muito procurado na área. O mesmo aconteceu com a energia geotérmica. Em 1969, foi construída uma usina de energia na zona Oeste da montanha, em Bjarnarflag, pela Laxa Power Company. Esta empresa mais tarde fundiu-se com a Landsvirkjun. Atualmente, a usina produz cerca de 3 MW de energia geotérmica.

Islândia: Námafjall, uma paisagem intrigante e surrealista | Diário do Viajante

A área de Námafjall não é muito grande, e não demoram mais de 30 minutos a explorar todo o espaço. Existem trilhos delimitados para vossa própria segurança e para preservar a paisagem. Alguns bancos convidam a uma rápida paragem para observar aquele local, mas apenas se o cheiro a enxofre, que pode ser intenso, não incomodar.

Tal como a grande maioria das atrações na Islândia, este espaço é uma atração natural pelo que está acessível 24 horas por dia, e não existe qualquer valor de acesso.

Islândia: Námafjall, uma paisagem intrigante e surrealista | Diário do Viajante
Islândia: Námafjall, uma paisagem intrigante e surrealista | Diário do Viajante
Islândia: Námafjall, uma paisagem intrigante e surrealista | Diário do Viajante
Islândia: Námafjall, uma paisagem intrigante e surrealista | Diário do Viajante
Islândia: Námafjall, uma paisagem intrigante e surrealista | Diário do Viajante
Islândia: Námafjall, uma paisagem intrigante e surrealista | Diário do Viajante
Islândia: Námafjall, uma paisagem intrigante e surrealista | Diário do Viajante
Islândia: Námafjall, uma paisagem intrigante e surrealista | Diário do Viajante

Mývatn Naturebaths

Se ainda tiverem tempo e quiserem relaxar um pouco, podem experimentar os banhos termais Myvatn Naturebaths.

Com preços bastante mais acessíveis que Blue Lagoon, podem usufruir de uma experiência completamente natural num banho de piscina de água geotérmica extraída de uma profundidade de 2500 metros.

O complexo, inaugurado em 30 de Junho de 2004, é ideal para experimentar o clima temperado da zona norte da ilha com os longos dias de verão em que a escuridão não aparece, ou, no inverno, assistir a inesquecíveis auroras boreais.

ESTE ARTIGO TAMBÉM PODE INTERESSAR  Geysir, o primeiro geyser a fazer história

Com base numa tradição centenária, o complexo projetado com bom gosto oferece aos banhistas uma experiência completamente natural que começa com um mergulho relaxante no meio de nuvens de vapor que se elevam de uma fissura na superfície da Terra, e termina com um banho de luxo na piscina de água geotérmica.

O valor para visitar este espaço varia entre 30 e 35 euros, consoante a época do ano, algo que no Blue Lagon poderá custar entre 50 euros (pacote standard) até aos 420 euros (pacote luxury)

No caso de não irem preparados com toalha, fato de banho ou roupão, podem alugar lá por 5,5 euros para a toalha e/ou fato de banho e 12,0 euros para o roupão.

No complexo também existe um restaurante onde poderão desfrutar de um almoço ou jantar relaxante, na sala de decoração moderna e acolhedora, ou então, em dias ensolarados, no terraço.

O menu não é extenso mas sempre podem provar a sopa do dia, o famoso pão “hot spring”, presunto, queijo e algumas saladas.

Para beber, existem várias bebidas quentes, refrigerantes, cerveja e vinho.

No verão, o horário de funcionamento do complexo é das 09h00 às 24h00 (última entrada às 23h30), e no inverno, das 12h00 às 22h00 (última entrada às 21h30).

Mais informações em http://www.myvatnnaturebaths.is/en/

Localização de Námafjall

Coordenadas Google Maps: 65.639167,-16.819722 | abrir Google Maps
Coordenadas GPS: 65°38’21.0″N     16°49’11.0″W

0 comentário

Publicações semelhantes

Deixar um comentário

Envie este artigo a um amigo