Registar viagens e fotografias com um GPS Tracker

por Nuno Madeira
Registe as suas viagens com um GPS Tracker | Diário do Viajante

Um GPS Tracker é um dispositivo que usa o Sistema de Posicionamento Global para determinar e registar a sua localização precisa, em intervalos de tempo. Estes dados podem ser armazenados diretamente no equipamento ou podem ser transmitidos para uma base de dados central, ou um computador ligado à internet através de um telemóvel.

Já alguma vez tiraram fotografias nas vossas férias e depois ao rever essas fotografias não conseguiram dizer com precisão onde determinada fotografia foi tirada? A mim já me aconteceu. Não por ter má memória mas porque nas viagens que realizo o meu trajeto nem sempre está calculado ao pormenor e existem sempre alterações, como aconteceu nas minhas viagens à Índia ou Islândia.

Infelizmente tenho várias fotografias das quais não consigo dizer ao certo onde as mesmas foram tiradas, e isso deixa-me bastante frustrado.

Em 2012 dei a volta à Islândia e andei por locais que mal se encontram no mapa, e em 2014 na Índia fiz longas viagens de comboio e atravessei várias aldeias de tuk tuk mas depois no regresso não consegui identificar todas elas.

Existem muitas aplicações para telemóvel de registo de rotas mas o funcionamento do módulo GPS num telemóvel consome muita energia da bateria.

Em alternativa, o que fazia era recorrer ao telemóvel para fotografar com georreferenciação em alguns locais mas mesmo assim o consumo de bateria era elevado e, para além de não ser prático estar sempre a ligar e desligar o GPS para tirar fotografias, queria deixar o telemóvel com bateria suficiente para algum contratempo que surgisse.

Registe as suas viagens com um GPS Tracker | Diário do Viajante

Comecei então a procurar algumas soluções para que no futuro pudesse de algum modo identificar a localização, o mais exata possível, das fotografias que ia tirando.

Necessitava de um equipamento que pudesse fazer o mesmo que o telemóvel fazia, mas que pudesse usar na minha câmara Nikon.

Em todas as viagens que realizei, à exceção da Índia, foi esta câmara que me acompanhou e por essa razão teria que dar prioridade a que fosse compatível com ela.

Mas também seria interessante se esse mesmo equipamento pudesse fazer o mesmo que as aplicações de GPS Tracking fazem, principalmente para os meus passeios de mota por Portugal, ou no estrangeiro.

Registe as suas viagens com um GPS Tracker | Diário do Viajante

Ponderei muitas vezes em adquirir o módulo GPS para acoplar à minha D7000, mas o preço (a rondar os 250€ no estrangeiro) e os feedbacks de utilizadores com este equipamento não era muito favorável. Desde demorar muito tempo para captar sinal GPS ou então do consumo elevado de energia da bateria da câmara, por onde é alimentado o módulo.

Também havia a hipótese de adquirir um de outra marca (low cost) mas embora o preço fosse muito mais acessível (de 50 a 100€), o feedback negativo relativamente à demora de obtenção de sinal GPS persistia também nestes equipamentos, havendo inclusive alguns que se queixavam de nunca ter sinal.

Entre estas desvantagens, outra seria o da compatibilidade já que este módulo apenas daria para alguns modelos Nikon e, no caso de mudar de câmara brevemente, provavelmente não iria conseguir usar mais este módulo GPS.

Outra funcionalidade que também já procurava e este módulo não me iria dar seria o registo da viagem, uma vez que este módulo é exclusivamente para georreferenciação diretamente nas fotografias. Poderia mais tarde fazer o percurso manualmente, mas para isso teria que ter uma sequência de fotografias que ajudasse a essa situação (pouco prático).

Registe as suas viagens com um GPS Tracker | Diário do Viajante

Tendo eu a necessidade de encontrar uma alternativa ao módulo GPS da Nikon, encontrei vários GPS Trackers, com bastantes funcionalidades diferentes.

ESTE ARTIGO TAMBÉM PODE INTERESSAR  Planear Viagens com o TyreToTravel

Comecei a procurar equipamentos que, para além de georreferenciação de fotografias, fizessem a gravação de toda a rota com várias informações (tempo do percurso, velocidade, localização), que tivesse boa autonomia, para durar pelo menos um dia completo de gravação, que tivesse um chipset recente e de boa performance, que fosse compacto dispensando o ecrã LCD e ligação GSM (esta funcionalidade poderá ser mais útil a quem faça desporto de risco em que tenha que emitir um sinal de alerta/perigo via rede telemóvel, no entanto, estes equipamentos exigem, tal como indica, um cartão de dados que pode significar um custo acrescido ao equipamento).

Existem muitos aparelhos portáteis no mercado, alguns pouco maiores que uma moeda de 2€, outros do tamanho de um cartão de crédito, mas também vão encontrar alguns mais completos com ecrã digital ou até mesmo com opção GSM para que possa estar sempre em contacto (desde que exista rede móvel disponível no local onde se encontra).

Alguns modelos que ponderei:

Mas nenhum deles me pareceu o ideal porque, ou tinham pouca duração de bateria, ou tinham chipset antigo, ou então não eram fáceis de encontrar à venda na Europa.

Após várias pesquisas e leituras, optei pelo Columbus V-990. As principais razões que me levaram a adquirir este modelo foram o preço, o tamanho, a duração da bateria, funcionalidades (georreferenciação de fotografias), ter 66 canais (quantos mais canais, melhor receção) e por fim ter o chipset MarkII (um dos mais avançados e preciso do momento).

Existe uma versão muito semelhante, a V-900, onde a maior diferença é que esta última tem bluetooth para que possa ligar a computadores ou telemóveis, mas não vi que esta função fosse importante para o que pretendo dele.

Registe as suas viagens com um GPS Tracker | Diário do Viajante

Deixo-vos um resumo das características principais deste pequeno, mas muito útil, equipamento, retirado diretamente da página do fabricante.

Columbos V-990

Sensor de Movimento Incorporado

O Columbus V-990 possui um sensor de movimento incorporado, para que quando for detetado movimento, ele iniciar o seu funcionamento imediatamente. Se estiver estático, ou perder o sinal de satélite por mais de 5 minutos, o equipamento entra em modo de espera automaticamente para que possa economizar bateria.

A grande maioria dos GPS Trackers comuns continuam a funcionar mesmo que se encontre parado, o que fará consumir mais bateria do equipamento e também vai produzir pontos de rota que não nos vão interessar.

Até 50 milhões de Waypoints (pontos de rota)

Este equipamento poderá registar até cerca de 50 milhões de pontos de rota, gravados num cartão SD, o que faz com que não tenha que se preocupar com limites de dados e/ou de capacidade, e que se preocupe com o que realmente interessa… Que percurso vai fazer hoje?

Equipamento Independente

É capaz de registar dados de forma independente e sem necessitar de intervenção do utilizador. Para além da rota, este equipamento grava informações detalhadas que incluem data, hora, longitude, latitude, velocidade, altura, título, voz, modo de posicionamento, tipo de posicionamento, PDOP, HDOP e VDOP.

GEO Tagging (etiqueta georreferenciada)

Pode integrar diretamente nas suas fotos, tiradas com qualquer câmara (incluindo telemóvel), os dados de georreferenciação para que possa partilhar com os seus familiares e amigos as localizações exatas de onde tirou as fotografias (necessita de Google Map, Google Earth ou Panoramio).

Etiquetas de Voz

Uma das características únicas deste equipamento é ter a possibilidade de gravar etiquetas de voz associadas a um POI (point of interest). Ao reproduzir depois o percurso, terá acesso aos segmentos de voz no determinado local onde os gravou para que possa reviver a rota que registou. Esta função pode dispensar o tradicional bloco de notas e a caneta, já para não falar que esta funcionalidade privilegia o momento e a espontaneidade de cada um.

ESTE ARTIGO TAMBÉM PODE INTERESSAR  O que levar na bagagem para a viagem

Tecla de POI (point of interest)

Durante a gravação da rota pode a qualquer momento pressionar a tecla para registar manualmente um POI (point-of-interest). Esta função pode ser muito útil para que mais tarde identifique um momento especifico e marcante da sua rota.

Recetor GPS para Computadores

Com um cabo de ligação USB, este equipamento poderá ser ligado a um PC para que funcione como recetor GPS e possa utilizar programas de navegação com precisão.

Iniciação rápida

O processador MTK 3339, atualmente o mais avançado e estável (modelo MarkII), vai necessitar apenas de 1 segundo para fazer a ligação a satélites, em ligação a quente, e até 35 segundos, em ligação a frio. Este processador, para além de rápido e estável em vários ambientes, também tem boa performance em ambientes urbanos e suburbanos.

Bateria de Longa Duração

A bateria de polímero de lítio de alta capacidade vai permitir que o dispositivo possa ser usado durante todo o dia (24 horas). O modelo MarkII poderá ser usado até 36 horas consecutivas (depende do tipo de utilização). No caso de existir dificuldade em carregar a bateria, poderá adquirir uma bateria extra uma vez que é muito fácil a sua substituição.

Especificações Principais do Produto

Dimensões: 43 x 74 x 9,9 mm ( L x A x P)
Peso: 55g
Chipset: MTK3339 (MarkII)
Canais: 66 canais
Formato original: arquivo CSV
Formato de exportação: KMZ, GPX, NMEA, LOG
Modo Padrão: data, hora, latitude, longitude, altitude, velocidade, direção e voz
Modo Profissional: data, hora, latitude, longitude, altitude, velocidade, direção, voz, modo fixo, PDOP, HDOP, VDOP.

Registe as suas viagens com um GPS Tracker | Diário do Viajante

Então o que posso fazer com o GPS Tracker?

Registo de rotas

Este equipamento poderá gravar rotas de viagem em tempo real para os fãs de viagens, como distancia total, velocidade da viagem, tempo e altitude. Os fãs de viagem podem combinar uma qualquer câmara (todas as marcas e modelos) e adicionar longitude, latitude e altitude às fotos para que possa visualizar no mapa a posição geográfica onde tirou as respetivas fotografias.

Ideal para atividades ao ar livre

Quer seja para corrida, escalada ou até mesmo andar de bicicleta, com este equipamento vai conseguir visualizar dados precisos, incluindo altitude, velocidade, distância total e tempo, no seu computador, reproduzindo assim o caminho que percorreu (através do movimento no mapa).

Georreferenciar fotografias

Depois de uma viagem ou passeio, pode passar para as suas fotos a localização registada pelo módulo GPS de modo a ver no mapa onde a mesma foi tirada. Através de uma aplicação instalada no seu computador (fornecida pelo fabricante do módulo), é cruzada a informação da hora a que foi registada a fotografia e o local onde se encontrava naquele momento, via GPS. Essa informação pode ficar assim registada diretamente no ficheiro da fotografia, de modo automático.

Exemplo de uma rota registada com o Columbus V-990

(depois de realizar alguns testes com o equipamento, colocarei mais informação sobre a utilização deste equipamento)

Este foi um pequeno passeio que fiz pela zona de Monsanto, Lisboa, onde percorri alguns miradouros. Neste caso não ficou só gravado a deslocação de mota, mas também quando me desloquei a pé. Poderão ver que estive dentro do antigo Restaurante Panorâmico do Monsanto, e o GPS manteve sempre a ligação e o registo activo (o edifício tem 3 pisos).

0 comentário

Publicações semelhantes

Deixar um comentário

Envie este artigo a um amigo