Bem-Vindo a Myanmar (Birmânia)

É uma nova era para esta terra extraordinária e complexa, onde a paisagem está dispersa com pagodes dourados e os caminhos tradicionais da Ásia perduram.

Myanmar é sem dúvida diferente de qualquer outro país que já tenha visitado.

Surpreendentemente, mais de um século depois, diz-se que Myanmar mantém o poder de surpreender e encantar todos os que por lá passam e só posso concordar com esta afirmação. Ficar deslumbrado com o Shwedagon Paya ou contemplar mais de 2000 pagodes espalhados pelas planícies de Bagan são apenas alguns dos muitos encantos deste novo país que se apresenta ao mundo.

O novo Myanmar

Em 2015, Myanmar votou no seu primeiro governo democraticamente eleito em mais de meio século. As sanções foram retiradas e investidores chegaram de todos os pontos do globo para fazer negócio, com mais destaque para os asiáticos.

As mais recentes e modernas ajudas para quem viaja como cobertura telefónica móvel e o acesso à Internet, são agora mais comuns nas grandes cidades do país. Mas estas as mudanças económicas e sociais que Myanmar está passando estão ainda grande parte confinadas às grandes cidades e povoações, deixando ainda muitas regiões do país de fora muito devido ao conflito étnico contínuo.

A vida tradicional

Numa nação de múltiplos grupos étnicos, explorar Myanmar pode parecer por vezes como se estivéssemos tropeçado numa edição da National Geographic de 1910.

Mesmo com todas as mudanças recentes, Myanmar continua a ser, no fundo, uma nação rural de valores tradicionais. Vão encontrar os locais vestidos com o tradicional longyi, que é nada mais que um pedaço de pano com aproximadamente 2 metros de comprimento e 80 centímetros de largura, que costuma ser costurado de forma cilíndrica e é usado em redor da cintura.

Outra tradição é mastigar Kwun-ya (mais conhecido noutros locais da Ásia como Paan), para depois cuspir um suco vermelho-sangue no chão… Esta combinação de folha de betel com noz de areca é mastigada pelos seus efeitos estimulantes e psicoativos, por isso não se admirem se cruzarem com condutores de taxi meio alucinados.

Thanakha, um protetor solar natural, ou os famosos tuk-tuk (trishaws) também fazem parte da vida quotidiana de Myanmar.

Prazeres simples

Felizmente, o ritmo de mudança em Myanmar não é esmagador, deixando ainda  intactos alguns dos simples prazeres de viajar nesta terra com tanto por descobrir.

E o melhor da minha viagem doi encontrar habitantes locais gentis, bem-humorados, envolventes, atenciosos, curiosos e apaixonados. Todos eles querem desempenhar um papel no mundo, e saber o nós estamos achando da sua casa. Vim de coração cheio e uma saudade tremenda de lá voltar.

TODOS OS ARTIGOS SOBRE MYANMAR (BIRMÂNIA)

Envie este artigo a um amigo